terça-feira, julho 04, 2006

Lamento

Deus, dá-me a força de lutar até ao fim com as armas do amor, até ao fim dos dias com as armas do amor.

Doem-me tanto e tão pouco todos os momentos em que Te nego, no cego orgulho e grito, como Te ofendi eu?

A noite não chega para abarcar o meu deslumbro, assim mesmo.

Não saber nada, absolutamente nada.

E Tu.

22 Comments:

Blogger A Capela said...

(sem 'palhetar' coisíssima nenhuma, quem pode?)
É intocavel, mas tocante.

bjoca.

2:06 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Um dizia: "só sei que nada sei". E sentiu ter compreendido.

Outro dizia: "tu sabes tudo, Senhor, bem sabes que te amo". E sentiu-se compreendido.

JS

3:44 da tarde  
Anonymous blues said...

para isso jovial amigo, não sendo eu etc... e tal lhe digo. desterrai o gajo estranho, sei lá para onde mas desterrai-o mais ás diversas heteronomias latentes que isso anda tudo á luta pelo mesmo corpinho. Acabou a festa, vivá ironia do que for possível.
muitos mas muitos beijinhos
da assídua leitora
blues

11:57 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

consulte URGENTEMENTE o seu email.


PERDIDOS&ACHADOS

10:23 da tarde  
Blogger Caio Kaiel said...

Belíssimo!!! Também não me aguento, e imploro a Deus por outro dia... para ver quão Perfeito Ele é em graça, e exatamente esta Graça maravilhosa me deprime, mostrando o quanto sou miserável perto da Perfeição dEle... outra manhã... "As Misericóridas do Senhor se renovam a cada manhã".

Abraço!

3:06 da tarde  
Blogger Manuel said...

Bom dia!!!

3:45 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Belíssimo este toque teu, Malu :) Beijo grande.

4:23 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Caro JS.

Huuuum… Com o moscardo ateniense, há-que ter cuidado. Eu diria que ele compreendeu que não se compreender era o fundo originário da sua natureza… Mas claro, a libertação da hp, tinha de vir do próprio deus ;) Ou se preferirmos, os modos de execução do ser-se em parte e essencialmente indefinido e livre. Há outras, mas a cristã é esta e pronto, ou melhor, despronto ;)

Abraço.

4:28 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Hp: que a indefinição se transfigure em abertura e recepção.

4:30 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Olá Blues, isto vai ter de ser em contracomentada a partir do “meu caso” ;)

“o gajo estranho”
Este sou eu próprio na reflexão de mim. Desterrá-lo equivale a alienar-me, ou a mutilar-me. É uma unidade qualquer entre o estranho-de-mim e o reconhecível que procuro ou interrogo, e não uma simplicidade castrada. “Je est un autre” dizia o outro ;)

“heteronomias latentes”
Precisamente. Qual o “eu”?... O que reúne todos, e não aquele cujo heterónimo é o nome de BI, ou outro qualquer.

“anda tudo á luta pelo mesmo corpinho”
Precisamente 2. O corpo vivo é a existência do eu múltiplo na igualmente múltipla vida que o habita e envolve. Não há o corpo vivo dum lado, e a consciência noutro; os heterónimos habitam ambos (aliás, não há ambos, precisamente 3).

“Acabou a festa”
Em mim, o que talvez tenha acabado, é a noção de que a adequação ao estranho de mim se faria por estrita espontaneidade e libertação imediata, e que há certas tarefas da construção de si que a festividade social elide e faz esquecer. Aliás, nem sequer sei se começou… Para além de ter percebido que o rosto de nós, na festa da vida espontânea, é também a vitória do tempo e da morte – e daí a famosa melancolia pós-festa.

“vivá ironia do que for possível.”
A ironia é sempre possível, visto que a adesão a seja o que for (no limite, até ao querer estar-se vivo) é sempre algo que pode ser anulado. Indica por outro lado que todas as nossas adesões (das paixões às ideologias e saberes) se fundam numa decisão consciente ou inconsciente, e não num fundamento objectivo, e que outra decisão é sempre possível. Eu posso sempre rir-me de seja o que for, visto que o sentido é livre. Nada se garante a si próprio, nem o eu nem as coisas nem os sentimentos nem as ideias nem os outros etc etc etc Quem percebia disto era o amigo ateniense do JS ;) Mas há ironias que libertam, e outras que matam… Ou, se preferires: a perplexidade não obriga ao sarcasmo.

Pronto, mas isto, claro, sou eu… um agradecido leitor dos teus comentários :)

Beijos muitos.

4:42 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Oh cara poetisa dos perdidos que se acham... abraço forte, e obrigado pela tua atenção.

4:46 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Caro Pescador.

E essa depressão é condição de libertação, tal como a consciência do limite permite abrir este ao ilimitado. Não há pior miséria que a de não saber-se miserável e entregue aos bichos da morte e da ilusão.

Deus renova-nos a cada minuto; o resto são resistências várias, orgulhos da nossa miséria – bichos que nos sugam e matam, continuamente também.

Mas estas tomadas de consciência ou delírio – não é possível responder à vida com bom senso ;) – têm o seu tempo em cada um de nós. O estômago tem de preparar-se para certos exercícios de vida e espírito. A cada fase de cada um as suas ilusões e suas libertações. Conhecer-se é saber em que degrau da escada se está, ou até se se está apenas a contemplá-la.

Abração.

4:57 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Olá bom dia, Manel!

A silly season vai bem? ;)

Toma lá: "Eu também ainda espero, não sei até quando, nem sei bem o quê. E como eu, a maior parte." (Camilo Pessanha).

Abraço.

5:01 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Ah, pescador, pois, e a escada, será a mesma para todos?... Huuuum... :)

5:02 da tarde  
Blogger aquilária said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

9:22 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

poeta és tu, vitor.e draconiano, querendo eu dizer com isto que muitas vezes são labaredas os teus escritos.

(e agora apetecia-me desescrever sobre a estranha ironia dos perdidos que se acham nos achados que tanto&tanto se perdem). mas...

um grandegrandeabraço

PERDIDOS&ACHADOS

9:25 da tarde  
Blogger raiz said...

somos mesmo assim,mas buscamos ser melhores!

1:53 da manhã  
Blogger Vítor Mácula said...

Pois... a partir da raíz ;) Abraço.

8:33 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

That's a great story. Waiting for more. »

11:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Very cool design! Useful information. Go on! video editing programs

3:55 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

best regards, nice info liposuction cost buick open golf tournament search engine placement Info onlineshop lose fat osmo loans

9:07 da tarde  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

1:53 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home