segunda-feira, outubro 09, 2006

Ciência 2

Aqui, a palavra é silêncio.

O eco contém o significado inteiro.

O contrário do dizer, no próprio acto da palavra.

O apóstolo fala, para que a realidade seja dita, não na sua palavra, do apóstolo, mas na vida inteira, na vida inteira pouco mais.

O apóstolo fala, na absoluta escuta.

No exterior a partir de dentro, digamos assim.

Diz o espírito: Não foques a luz do sol, mas sim o que esta ilumina.

E de vez em quando sim, olha para o sol directamente, no cego encantamento, apenas para não esqueceres, que é de lá que tudo se mostra.

35 Comments:

Anonymous Oh said...

Continuas a falar-nos de Jaafar e na sua busca, pois no 'silêncio' no 'eco' e na 'luz', leio sobre O Caminho, a Verdade e a Vida.

Ainsi soit-il

4:54 da tarde  
Anonymous Oh said...

Continuas a falar-nos de Jaafar e na sua busca, pois no 'silêncio' no 'eco' e na 'luz', leio sobre O Caminho, a Verdade e a Vida.

Ainsi soit-il

4:54 da tarde  
Blogger Andante said...

Ena, Vitor!

Silêncio, no meio da multidão!
Eco, da verdade das palavras!
Profeta, aquele que diz a verdade!
Sol, Luz = Cristo!

Escuta o Caminho da Verdade para a perfeição = Jesus

E lá se vai fazendo a peregrinação...

Beijos peregrinos.

5:17 da tarde  
Blogger BLUESMILE said...

"O apóstolo fala, na absoluta escuta."
Lindo!

1:54 da manhã  
Blogger NaSacris said...

O sol e o que ele ilumina...
O mensageiro e a mensagem... E alguém para acolher essa luz.
Abraço!

12:36 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Oh oh, mas eu não sei se Jaafar é apóstolo… ;) Talvez o homem do véu…

Bem, seja como for, o escriba não tem direitos de leitura… Se em ti produzir sentido e vida o apostolado de Jaafar… ainsi soit-il, bien sûr.

Na minha suspeita, nem Jaafar nem o homem do véu são cristãos (embora com este me surja por vezes em rebate contrapontístico, de ele ser o próprio Cristo ;)… Huuuum…. Eu tenho tendência para ver Jaafar como muçulmano, mas lá está, isso sou eu… Mas o homem do véu… realmente não sei… Gosto do seu mistério e indefinição (daí o contraponto… pode até ser o próprio Jaafar, mas enfim, esta é por demais plana…)

Parece-me interessante pensar num apostolado não cristão. Enviado por Deus através do Seu verbo (que doutro modo poderia?) mas que não Jesus Cristo, senão é batota ;)

Abraço.

4:21 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Querida Andante.

Sim, para mim Jesus Cristo, sempre.

Ouvir o silêncio na cacofonia, é um grande dom, e um grande esforço, lá está.

E pois, eu lá a vou fazendo também... com tombos e protestos ;)

Bjocas

4:23 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Oi, bluesmile.


Sempre gostei da ideia delirante da palavra revelada incluir quem a lê, revelá-lo… Ser uma palavra de prévia escuta e acolhimento, onde o leitor ou ouvinte se encontra e descobre, a si próprio. O apóstolo, na sua pequena e pessoal e humana palavra, ecoa a palavra divina, que o significado e sentido de tudo inclui.

Beijos

4:27 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Olá, Nasacris, o justo

Pois, isto tem de ser trinitário ;)

Um, o outro, e o laço.

Abraço

4:28 da tarde  
Anonymous Tó Gomes said...

Se fossemos todos apóstolos encontravamos o fim?

7:08 da tarde  
Blogger Manuel said...

Vitor,

Sabes que cada vez que leio este teu texto me lembro do "linguajar claro, transparente e limpo" da poesia da Sophia?
Näo me perguntes porquê. Algumas associaçöes percorrem caminhos que só Deus conhece! Deve ser o eco... :)

Abraço

7:44 da tarde  
Anonymous oh said...

Sim, mas poderiam ser 'pastores' (?) vi-o praticamente, como o Visconde de Pontbriand. Depois, porque "Cabeças de carneiro caem junto a Jaafar " e em "Jaafar olha a cabeça de carneiro, o homem sentado encostado à parede..." sugeria-me a sua própria figura, mais alors...

9:27 da tarde  
Blogger Lord of Erewhon said...

O silêncio fala no orvalho que escorre no dorso dos camelos.

:)

1:04 da manhã  
Blogger Vítor Mácula said...

Caro Tó Gomes.

E o início… Alfa e ómega… Ou nem um nem outro, quero dizer… temporalmente, o fim de algo é sempre o início de outralgo, mas quem sabe se certa simultaneidade de ambos não corresponde à sua superação, outro modo de ser e pensentir.

Curioso é que se fossemos todos apóstolos (enviados)… a quem seríamos enviados?... Uns aos outros… Huuuum… Sim, é pensável…

Abraço.

10:20 da manhã  
Blogger Vítor Mácula said...

Olá, Manel.

Falar a escuta, dizer o recebido… é falar “claro, transparente e limpo”. Também o poeta revela a flor e a dor, ou para tal tende e intende.

Abraço.

PS: Nunca li muito a Sophia… No retiro que fiz este verão, muita gente falava dela, ou melhor, dpositaram vários livros dela na sala de leitura… Acho que nutro um preconceito contra ela… essa beta deslavada :P Deve ser do nome, essa catrefa com que ela se nomeava… E do "ph"... (Curioso, agora reparo, hp... :)Deslavada porque sem jactância de condessa (ora porra, a Agustina é outra conversa, eu adoro a Agustina mesmo quando não gosto do que diz ou escreve… ;)

Mas isto da malta envolvida num certo cristianismo “esclarecido” (ou que tal pretende) em Portugal, costumam ser… uma cambada de betos, pois… Os senhores psicólogos (toma lá que já pequenalmoçaste :P os senhores professores universitários, os senhores engenheiros, os senhores médicos… E isto, para além de ser uma desgarrada preconceituosa e irónica das minhas fóbicas representações, diz também algo sobre a sociologia do cristianismo em Portugal, não?... (E não só…)

Dito isto, nada tenho contra os betos ;) Ou contra… Bem, isto dum país de doutores e engenheiros…

PS 2: Este comentário saiu um bocado estranho… Eh eh eh… Tu andas a estudar psicologia, não é?... Desunha-te :P

PS 3: Isto de assumir preconceitos tem o seu quê… A verdade te libertará, claro (dos preconceitos, também).

10:31 da manhã  
Blogger Vítor Mácula said...

Oh, por falar em viscondessas, o Charles, pois claro… Eh eh eh, dito assim, até parece que estamos a falar dum personagem do Proust. Mas sim, “praticamente como”.

Nunca li muito o Foucauld (isto hoje está pra isto, ‘tou a ver… ) mas aqui por mero acaso de leitura… Não sei se o seu “convertendo-se” tem a violência de Jaafar… Quero dizer, a sua expressão, porque o “convertendo-se” cristão é sempre violento “interiormente”.

Ele fala directamente dos muçulmanos, nos seus desérticos textos?...

Abraço.

PS: Pastorícia, claro, Jaafar… A agricultura é outro plano ;) Talvez o homem do véu (nenhuma rosa…)

10:36 da manhã  
Blogger Vítor Mácula said...

Um toque de rosa e raíz no peregrino camelo.

Bom ;)

À tua poética saúde, Monseigneur.

10:37 da manhã  
Blogger Vítor Mácula said...

Bem... estes comentários de hoje, têm todos um toque... "aristocrático"... Huuuuum...

10:38 da manhã  
Blogger caminante said...

Sabía, caro Víctor, de tu sabiduría y de tu bien hacer. Tus palabras son como el eco de las que dirigió Benedcito XVI a los teólogos estos días. Me soreprende, gratísimamente la similitud.¡¡¡Bien!!!.
Un fortísimo abrazo.

8:20 da tarde  
Blogger caminante said...

Sabía, caro Víctor, de tu sabiduría y de tu bien hacer. Tus palabras son como el eco de las que dirigió Benedcito XVI a los teólogos estos días. Me soreprende, gratísimamente la similitud.¡¡¡Bien!!!.
Un fortísimo abrazo.

8:20 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Alô, Caminante.

Referes-te às relações entre a fé e a razão ?... Bem, vou dar um pulo ao site do Vaticano… O amigo Benedicto é sempre interpelante… ;)

Seja como for, nem todos teólogos têm de ser apóstolos… Ou nem todos os momentos teológicos têm de ser apostólicos… Isto dos apóstolos é muito obscuro… Onde estão os apóstolos ?... Ou, se preferirmos, os momentos de apostolado ?...

Abracíssimo !

12:58 da tarde  
Blogger Discípulos said...

Prezado amigo,

Convido a visitar o Blog “Só Deus Basta!” Onde se partilha diariamente a Palavra de Jesus que é o Cristo. Acabámos de Linkar o seu blog pelo que agradeciamos procedimento semelhante – http://www.sodeusbasta.blogspot.com

A Paz

Os Discípulos

5:28 da tarde  
Blogger Lord of Erewhon said...

VERSÃO METAL (deserto de Beja)

E vem o Jizas, ganda maluko, em cima do camelo, sempr'àbrir, com uma ganda trunfa, toda no ar e diz pás ovelhas: «Ó pá, ó minhas, então que merda é esta? Então o pissoal nã se pode dar todo bem?? Hã?? Comé qué??»

Mééé mééé mééé...

«Ah pois - diz o Jizaz - méxam-se que eu agora vou aqui fazer uma cena de um milagre pró pissoal ficar todo a mamar cerveja à pala!»

(Começa a chover cerveja.)

Mééé mééé mééé...

«Ah nã gostam? Queriam vinho nã é? Ora vão... mas é à procura doutro gajo pa vos ajudar! Suas mulas!!»

___
Fica fixe, ó man Vitor pá!
JAJAJAJA!!!

4:31 da manhã  
Blogger Lord of Erewhon said...

«agradeciam»... Ora bem!... é só gente educadinha!

P. S. Valha-me o Phosphorus!... que bom que é simpatizar com o «mal»...
;)

4:40 da manhã  
Blogger Vítor Mácula said...

Caros discipúlos.

Só?... Pois, visto que nada basta ;)

Abraço

10:26 da manhã  
Blogger Vítor Mácula said...

Sieur, beber alcoól no deserto é duplicar miragens e intensificar desmaios e esvaimentos... ;)

10:29 da manhã  
Blogger Lord of Erewhon said...

Também... mas não consta que isso afectasse João Baptista, Elias , Ezequiel, nem tivesse dado menos determinação ao amigo «Jizas»... :)

2:43 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Eu cá até estou a pensar deixar de beber...

3:35 da tarde  
Blogger Lord of Erewhon said...

Agora está a ser verdadeiro!... andas a «pensar» deixar de beber!
:)=

5:48 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Porque gira a cabeça, desafiando a inconsciência?... Que sobriedade é chamada neste anseio?...

10:49 da manhã  
Blogger Lord of Erewhon said...

Nesse caso. meu caro, é coisa bem mundana... mas não, nada deixo, tanto quanto posso, à inconsciência... Sou «atinadinho»! JAJAJAJAJA!!!

12:07 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

;)

1:28 da tarde  
Anonymous pedroaurelio said...

Olá querido irmão/ A e com muita alegria que encontro mais um blog a ser dedicado a este grande Deus, gostai muito da forma que o querido/a irmão fez o seu blog esta muito criativo e bem construído que Deus continue abençoar este grande trabalho.
Querido irmão/A também tenho um blog meu qual chamo o oficial gostava muito de que o irmão/a visse e deixa-se uma opinião, e muito importante para que eu possa cada vês fazer melhor o endereço do blog e este que passo a mencionar,


http://pedroaurelio.blogs.sapo.pt/

Querido / O Irmão será que posso mencionar o seu blog no meu

Que Deus a abençoe ricamente a sua vida e dos seus, fique com a paz do Sr.


Esperou pela sua visita.

Querido irmão será que me pode linkar o seu blog, para que o meu blog possa ser visto cada vez, porque nunca se sabe quem pode ver no outro lado de lá, pode estar uma alma sedenta de sede.

3:31 da tarde  
Blogger Vítor Mácula said...

Ena, tanta queridice... Considere-se linkado, querido... Abraço

12:59 da tarde  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

1:55 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home